Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.
Início do conteúdo
Página inicial > Comunicação > Notícias > Parque Harmonia sedia abertura oficial da etapa estadual da Conae 2014
RSS
A A A
Publicação:

Parque Harmonia sedia abertura oficial da etapa estadual da Conae 2014

.
. - Foto: .

A etapa Estadual da Conferência Nacional de Educação (Conae 2014) começou às 18h30 dessa sexta-feira (04), na Casa do Gaúcho, no Parque Harmonia, em Porto Alegre. A Conferência foi aberta pelo secretário de Estado da Educação, Jose Clovis de Azevedo, e pelo secretário executivo-adjunto do Ministério da educação (MEC), Francisco das Chagas Fernandes. A ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, participou da solenidade. A cerimônia de abertura teve a apresentação da Orquestra Villa Lobos, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Heitor Villa Lobos, de Porto Alegre.

Em seu pronunciamento, o secretário Azevedo lembrou os 25 anos da Constituição Federal. "Foi ela que assegurou a educação como um direito subjetivo, que não pode ser questionado. Saímos de uma situação em que a educação era um privilégio para o direito à educação". A ministra Maria do Rosário fez questão de ressaltar que a educação está no centro do projeto nacional de desenvolvimento e dos direitos humanos.
A coordenadora do Fórum Estadual de Educação, Rosa Mosna, destacou o papel do fórum nacional e dos fóruns estaduais de educação para a realização da Conae 2014. Já a vereadora Sofia Cavedon disse que a mobilização popular foi decisiva para aprovar a destinação de recursos da exploração do petróleo para a educação. E, a deputada Ana Afonso, ressaltou o caráter democrático da Conae.

A conferência tem 1,2 mil delegados, representando 106 conferências municipais e intermunicipais. Os debates continuam neste sábado (05), com os colóquios simultâneos nos sete eixos temáticos da Conae: O Plano Nacional de Educação e o Sistema Nacional de Educação: organização e regulação; Educação e diversidade: justiça social, inclusão e direitos humanos; Educação, trabalho e desenvolvimento sustentável: cultura, ciência, tecnologia, saúde e meio ambiente; qualidade da educação: democratização do acesso, permanência, avaliação, condições de participação e aprendizagem; Gestão democrática: participação popular e controle social; Valorização dos profissionais da educação: formação, remuneração, carreira e condições de trabalho e financiamento da educação: gestão, transparência e controle social dos recursos. 

Texto: Luis Carlos de Almeida
Foto:Claudio Fachel
Edição: Redação Secom

Endereço da página:
Copiar